quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

IGP/RS confirma que Odilaine Uglione escreveu suposta carta de suicídio


DE ACORDO COM O INSTITUTO GERAL DE PERÍCIAS DO RIO GRANDE DO SUL, ODILAINE FOI A AUTORA DA SUPOSTA CARTA DE SUÍCIDIO ENCONTRADA NA SUA BOLSA EM 10/02/2010.

Foto: Reprodução RBS

Faltando cerca de dois meses para o término das investigações a respeito do suposto suicídio de Odilaine Uglione, o Diretor-Geral do IGP, o senhor Cléber Müller adiantou na data de 23/12/2015, que a análise do resultado da carta encontrada na bolsa de Odilaine no dia de sua morte em 10/02/2010 foi escrita por ela própria, fato confirmado pela equipe de peritos do Instituto Geral de Perícias do Rio Grande do Sul, especialista em Grafoscopia, ao comparar a carta com documentos pessoais encontrados também na sua bolsa. 

Cléber Müller/IGP-RS:
- "É consenso entre todos os peritos, sem sombra de dúvida, que a carta foi escrita pela Odilaine.""A riqueza de coincidências, de grafismos do punho da carta com o material que foi encaminhado, os peritos têm certeza absoluta que aquela carta que foi encaminhada para nós, que foi localizada na bolsa dela no local do crime, ela foi escrita pelo punho da Odilaine Uglione".

Cléber explica que foram analisados vários documentos escritos.

Cléber Müller:
- "A delegacia enviou uma quantidade grande de escritas que teriam sido feitas pelo punho da Odilaine e de uma outra suspeita".


Os peritos do IGP constataram variações na sua grafia:

Cléber Müller:
- " No mesmo texto, ela escreve de uma forma, aqui de outra. Mais triangular, aqui redondado, mais alongado." 

Quase todas as perícias relativas à segunda fase das investigações do Caso Odilaine, reabertas em 21/05/2015 já foram encerradas. Resta verificar a movimentação de Leandro Boldrini dentro do consultório antes, durante e depois do disparo, além de outras pendências.

Delegado Marcelo Mendes Lech:
- "Neste ano, é certo que não dá (concluir a investigação), porque ainda temos testemunhas para serem ouvidas e mais diligências."

O exame de balística não conseguiu apurar quem teria efetuado o disparo que matou Odilaine mesmo depois da comparação do material genético colhido das unhas de Odilaine com o DNA de Leandro Boldrini, quando os peritos tentaram ainda entender se poderia ter havido luta corporal entre o casal. O material coletado demonstrou possuir o cromossomo Y, característico do sexo masculino, mas o resultado foi inconclusivo. 

Cléber Müller:
- "Ele (exame) é uma mistura de dois indivíduos do sexo masculino. (?). O exame por si só não tem como afirmar que é do Leandro Boldrini."

Vinte peritos com muita experiência e que inclusive auxiliaram a Polícia no esclarecimento de várias ocorrências, conseguiram reproduzir a trajetória do tiro que vitimou Odilaine. Os testes realizados foram conclusivos para suicídio, apesar de que o tiro pode ter sido disparado por outra pessoa. (?).

O crânio de Odilaine Uglione, reproduzido em 3D foi fotografado de diversos ângulos e as imagens transferidas para um computador. A partir daí, simulações foram realizadas no sentido de determinar onde entrou o projétil até o ponto em que ele foi encontrado. Essas simulações permitiram concluir que  o disparo pode ter sido efetuado por uma segunda pessoa. Testes também foram feitos com a arma encontrada ao lado do seu corpo.


Reprodução RBS TV

Cléber Müller:
- "Todos nós vemos como hipótese provável o suicídio, mas a investigação ainda está em andamento. Não conseguimos descartar a hipótese de uma segunda pessoa ter participado. Ou seja, o assassinato não está descartado. O exame mostra que poderia ter sido suicídio como poderia ter uma segunda pessoa participado."

Reprodução RBS TV

Disponível em:

http://www.trespassosnews.com.br/noticias/item/8607-carta-de-despedida-foi-escrita-pela-m%C3%A3e-de-bernardo-diz-igp . Acesso em 30/12/2015.

http://g1.globo.com/jornal-hoje/noticia/2015/12/pericia-afirma-que-carta-de-despedida-foi-escrita-pela-mae-de-bernardo.html . Acesso em 30/12/2015.

http://circuitomt.com.br/editorias/brasil/79194-carta-achada-apos-morte-foi-escrita-por-mae-de-bernardo.html . Acesso em 30/12/2015.

http://zh.clicrbs.com.br/rs/noticias/noticia/2015/12/carta-encontrada-apos-morte-foi-escrita-por-mae-de-bernardo-aponta-igp-4937190.html . Acesso em 30/12/2015.

OBSERVAÇÃO: Será possível que os peritos particulares que estudaram o caso chegando às conclusões veiculadas em rede mundial, teriam arriscado suas carreiras e até mesmo sua própria sobrevivência na disseminação de declarações ditas levianas, arriscando-se à processos que poderiam prejudicar-lhes e de muitas maneiras? Quem, afinal, terá estômago para ficar em cima do muro? Cadê a agenda de Andressa Wagner? Cadê o ditado da carta feita por Andressa Wagner na frente dos peritos?  Quantas vezes ela redigiu esse ditado na frente dos peritos? Quantos ditados diferentes e em quantidade suficiente ela repetiu na frente dos peritos? Vale materiais gráficos coletados pela própria pessoa, longe dos peritos e com tempo para pensar os escritos? E como esquecer de Leandro Boldrini na coleta dos registros gráficos? Assim fica fácil, não é?
Não queremos vingança, mas iremos perseguir a Justiça até que ela se canse!
(Fotos da agenda de Andressa Wagner e da carta de Odilaine Uglione no texto: Ora, quem diria, foi a secretária quem escreveu, neste blog.)

Jussara Uglione/mãe de Odilaine:
- "Aquela carta nunca me confortou. Eu ainda disse, mas essa carta, essa letra não é da Odilaine!".


JÚRI POPULAR URGENTE PARA BERNARDO UGLIONE BOLDRINI E JUSTIÇA PARA ODILAINE UGLIONE!
  



Nenhum comentário:

Postar um comentário