quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

Pai e Madrasta comemoraram após a morte do menino Bernardo


PAI E MADRASTA COMEMORARAM ASSASSINATO DO MENINO BERNARDO EM BADALADA FESTA NOTURNA

Foto: Divulgação / Facebook

Sábado, 05/04/2014, foi um dia de alegria e muita comemoração para o casal Leandro Boldrini e Graciele ugulini, com direito à festa noturna na badalada "The Night  Black"  no Clube Buricá no município de Três de Maio/RS, em evento que se estendeu até a madrugada, em luxuoso camarote e regado a champanhe e charuto.

Nove dias depois dessa farra, o médico Leandro Boldrini e sua companheira, a enfermeira Graciele Ugulini foram presos, suspeitos da morte do filho e enteado, Bernardo Uglione Boldrini, de 11 anos de idade. Na noite de 14/04/2014, o corpo do menino foi encontrado dentro de um saco plástico e enterrado em uma cova rasa, aberta por Evandro Wirganovicz, às margens do Rio Mico em Frederico Westphalen, depois que sua irmã Edelvânia Wirganovicz,  também cúmplice no crime, ajudou na identificação do local.

Em 04/04/2014, Bernardo foi dopado e depois assassinado com uma injeção letal aplicada pela madrasta, conforme informado por Edelvânia. Ele foi velado no Ginásio do Colégio Ipiranga onde havia estudado e depois seu corpo seguiu para a cidade de Santa Maria/RS, onde foi enterrado ao lado da mãe Odilaine Uglione, morta em 10/02/2010, vítima de suposto suicídio, agora sob nova investigação policial e ainda não solucionado.

OBSERVAÇÃO: Fuma-se charuto para comemorar o nascimento de um filho ou para celebrar a realização de um ótimo negócio. Por qual motivo Leandro Boldrini fumou charuto, muito provavelmente, jamais o saberemos. Mas sabemos que de fato, ele o fez em 05/04/2014, um dia depois da morte do filho Bernardo. Prova disso é a repreensão pública feita a ele pelos seguranças do evento e testemunhada por conhecidos que também se faziam presentes na festa.

JÚRI POPULAR URGENTE PARA BERNARDO UGLIONE BOLDRINI E JUSTIÇA PARA ODILAINE UGLIONE!





Um comentário: